Home Blog do Willians Mandato em ação Willians Bezerra (PT) faz emenda de R$ 35 mi para a reclassificação do servidores

Willians Bezerra (PT) faz emenda de R$ 35 mi para a reclassificação do servidores

4 min read
0
0

Integrante da oposição em Santo André, o vereador Willians Bezerra (PT) formalizou ontem emenda ao Orçamento de 2019 no valor de R$ 35 milhões – o governo do prefeito Paulo Serra (PSDB) estabeleceu, por sua vez, somente R$ 400 mil de emendas parlamentares. No texto, o petista justifica que a proposta tem por objetivo separar recursos para cobrir reclassificação de categorias do funcionalismo com salários considerados defasados. A matéria cita a retirada de dotações da área de Mobilidade Urbana para realocar neste plano ao servidores municipais.

“É notório que a atual administração não tem apresentado ações efetivas e céleres para atender as reivindicações dos servidores que buscam a criação de um plano geral de reclassificação salarial para que todos os trabalhadores que estão com seus rendimentos defasados sejam valorizados. Atualmente, o sindicato está batalhando por 30 categorias”, diz o texto de Willians. O governo apresentou aos servidores um “estudo de ajuste de curva salarial que contempla as categorias, mas isso será de forma escalonada”. “Diante do exposto, solicitamos que seja remanejado neste Orçamento o montante de R$ 35 milhões”, acrescenta o parlamentar petista.

A emenda, caso passe no plenário da Câmara, dificilmente teria aval do Executivo. A reclassificação de categorias de fato não está reservada no Orçamento. Líder do governo na Casa, Pedrinho Botaro (PSDB) alegou que o estudo, elaborado pela Secretaria de Administração, ainda está em trâmite. “Se tiver alguma categoria que no ano que vem pode ser beneficiada (com a reclassificação) pode se fazer remanejamento dentro do próprio Orçamento”, afirmou o tucano.

Pedrinho indicou a existência de movimento para que não haja reclassificação a “categoria específica em detrimento a outra”. “Cria mal-estar. Todos querem pleito atendido. Ideal poderia ser reclassificação geral”, disse, ao mencionar que o Paço tem intenção de acolher demandas requeridas, a exemplo de motoristas, assistentes sociais e agentes de trânsito.

A Prefeitura sustentou que, inicialmente, a emenda “dependerá de prévia aprovação do plenário”. “Sendo aprovada será analisada a sua viabilidade e legalidade dentro do Orçamento municipal anual podendo ser sancionada ou vetada pelo prefeito. A Prefeitura tem promovido o diálogo com diversas categorias e atendido, dentro do possível, diversas reivindicações do funcionalismo. É preciso considerar que a administração enfrenta desafios financeiros para reequilíbrio das contas e recuperação do poder de investimento da cidade”, assinalou, citando que nesta gestão firam reclassificados 17 cargos até o momento.

Com informações do DGABC
Leia na íntegra https://goo.gl/E6aNFG

Quer mais assuntos assim?

Receba nosso boletim direto para sua caixa de entrada!

Não se preocupe, nós não enviamos spam

Carregar mais notícias
Load More In Mandato em ação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja

Vereador Willians Bezerra encaminha pedidos da população para prefeitura

Compartilho nossas indicações das sessões ordinárias do mês de outubro atendendo as solici…